Trem da Serra do Mar Paranaense - Curitiba a Morretes

De Curitiba para litoral do Paraná em um passeio de trem pela Serra do Mar

O famoso passeio pela Serra do Mar paranaense reúne história, ecoturismo, aventura e gastronomia. Confira!

Para quem visita Curitiba a dica é, sem dúvidas, dar uma esticadinha de um ou dois dias em Morretes, para fazer o passeio de trem que liga a capital paranaense ao litoral. Uma experiência imperdível para toda a família, que leva um pouco mais de três horas a bordo de um trem que percorre uma ferrovia com 130 anos de história. Ao longo de 110km, os vagões passam por túneis, pontes, viadutos e atravessam a maior área preservada de Mata Atlântica do Brasil. Um cenário para curtir de perto a natureza da Serra do Mar.
O trajeto
O trem parte diariamente de Curitiba, às 8h15 da manhã, com previsão de chegada à histórica cidade de Morretes ao meio-dia. O percurso começa pelos municípios da Região Metropolitana da capital paranaense, onde é possível avistar uma vegetação com muitas araucárias, um tipo de árvore que é símbolo do estado do Paraná. Logo após, começa oficialmente a descida pela Serra do Mar: com uma velocidade média de 30 a 40 km/h, é possível apreciar com calma as belezas naturais e registrar tudo! Quando está a 955 metros acima do nível do mar, o trem passa pelo Túnel Roça Nova, com quase 500 metros de comprimento. As crianças adoram essa aventura pela escuridão do túnel! A partir daí, mais paisagens deslumbrantes e pontos interessantes vão surgindo: a cachoeira Véu da Noiva, as ruínas das antigas estações, o Santuário do Cadeado, Ponte São João, Viaduto do Carvalho e o Pico do Marumbi. O desembarque é feito na Estação Ferroviária de Morretes. Para saber mais sobre o passeio, acesse: http://www.serraverdeexpress.com.br/.
Ao chegar: experimente o Barreado
Como o trem chega a Morretes perto do meio-dia, é a hora de experimentar o melhor da cidade: a gastronomia típica da região, ou melhor, o Barreado. O prato é um ensopado de carne que fica cozinhando por muitas horas em uma panela de barro com tampa vedada com água e farinha de mandioca. Aliás, você sabia que que o ato de barrear a tampa da panela foi a inspiração para o nome do prato? Isso mesmo, o ensopado é misturado com farinha de mandioca e servido com acompanhamentos obrigatórios, como é o caso do arroz e da banana-da-terra. As ruas do centrinho de Morretes são repletas de opções de restaurantes para quem quer experimentar o prato. Mas, se a intenção é comer um Barreado mais elaborado, a pedida é o restaurante Armazém Romanus, que fica na Rua Visconde do Rio Branco, 141, Centro. Além de servir a receita com um toque especial, o charmoso restaurante também oferece um cardápio de sobremesas deliciosas. Sair de lá sem provar o petit gateau é quase um pecado.
Explore o centro de Morretes
Depois do almoço, a dica é caminhar pelo centrinho, à beira do Rio Nhundiaquara e rodeado por casarões históricos. Dê uma passada na Estação das Artes, um espaço com lojas de artesanato e delícias típicas da região, e aproveite para garantir lembrançinhas para toda a família. Perto dalí está a Rua das Flores, com diversas barracas que são praticamente mini floriculturas. Depois do momento compras, que tal um sorvete para refrescar o passeio? Escolha entre um dos 50 sabores de picolés artesanais na Paleteria - nossa sugestão é o de morango com recheio de leite condensado e o de amarula. Outro lugar que também merece uma visita é a casa da Dona Geni, onde produz tachos de bala de banana: o doce é símbolo de Morretes.
Recomendamos

Fim de semana em Curitiba
5 passeios que você precisa fazer em Curitiba
Melhores passeios para fazer em família no Rio de Janeiro
Os melhores passeios em Brasília



Compartilhar por e-mail Compartilhar on Twitter Compartilhar on Facebook